Skip to main content
Foto mostra um Tesla estacionado em uma das ruas de San Francisco

Tesla: uma das faces de Elon Musk

A história sempre cria oportunidades para que aconteça uma evolução e a Tesla é prova disso.

“Ao infinito… e além!”. A frase criada pelos roteiristas da animação Toy Story e dita pelo personagem Buzz Lightyear, pode muito bem representar a força de vontade e ousadia que o CEO da Tesla, Elon Musk, possui. Acostumado a superar cada um de seus desafios, que muitas vezes ele mesmo se impõe, o visionário sul-africano-canadense-americano, nascido em 28 de junho de 1971, é, para muitos, um ícone que representa o futuro da humanidade. Elon hoje é um dos maiores empresários do mundo e acumula uma fortuna de cerca de US$ 66,2 bilhões.

Foto mostra carro Tesla Model X com as portas traseiras abertas para cima
Um carro com um design futurista ou inovador? No caso de um Tesla, ambos

Mas até alcançar esse status, Elon Musk percorreu um árduo caminho e teve que provar para muitos descrentes que suas ideias, ensaiadas quando ainda frequentava o colégio, poderiam tornar-se realidade.

Inteligência inquieta

Desde os primeiros momentos parece que vemos que Elon é realmente um cidadão do mundo. Nascido em Pretória, na África do Sul, desde cedo mostrou ávido interesse pela ficção científica, lendo títulos do escritor Isaac Asimov e construindo jogos utilizando a linguagem de computador Basic, ainda com 12 anos de idade. Um desses jogos inclusive rendeu cerca de 500 dólares ao ser vendido para uma revista especializada.

Em 1995 mudou-se para a Califórnia, tornando-se cidadão americano no mesmo ano. Já naquela época imaginava e perseguia alguns sonhos como a energia renovável, a internet e o espaço sideral. A Tesla, sinônimo de Elon Musk nos dias de hoje, ainda não havia acontecido, mas a intenção de criar um carro elétrico já existia dentro da sua mente acostumada a desafios.

Pagamentos e viagens espaciais

Através de uma incansável forma de fazer sempre algo diferente e inovador, os próximos anos levaram Elon a participar da criação de um dos serviços de pagamento on line mais conhecidos atualmente, o PayPal. Quando se desligou da empresa, faturou mais de 160 milhões de dólares, que foram prontamente investidos na criação de uma empresa aeroespacial em 2002, a Space Exploration Technologies, ou simplesmente SpaceX. Objetivos como viajar até Marte, estão na lista de tarefas a serem cumpridas.

A Falcon 9 entrou para a história, ao levar dois astronautas até a Estação Espacial

A empresa, desde a sua fundação, vem colecionando recordes e fazendo história. Inclusive em maio de 2020 o foguete Falcon 9, da SpaceX, decolou da base do Cabo Canaveral, nos EUA, levando dois astronautas para a ISS (Estação Espacial Internacional), tendo o foguete retornado em segurança e pousado em uma plataforma no meio do mar, na posição vertical, lembrando as histórias de ficção científica dos anos 1960. Um de seus sonhos de criança já estava realizado, mas ainda faltavam outros, como o carro elétrico.

Tesla, início sem Elon

No início dos anos 2000 uma série de situações fizeram diversos investidores pensarem nos problemas da época: a crise do petróleo e a procura para se reduzir a quantidade de emissões de gás carbono liberadas por carros a combustão, foram algumas delas. Isso fez surgir, vagarosamente, uma demanda por carros elétricos. A história é cheia de exemplos como esse, onde a necessidade cria a oportunidade.

Foto mostra chassi de um carro Tesla dentro de uma loja da empresa, com outro carro ao fundo, em frente a uma grande janela
Chassi do Tesla demonstra a simplicidade e a genialidade dos projetos

Mesmo sendo reconhecido como sinônimo da Tesla, Elon foi apenas um dos financiadores iniciais de uma empresa que tentava produzir automóveis movidos a eletricidade, que já havia sido fundada em 12 de julho de 2003, a Tesla Motors.

O nome dado a empresa foi uma homenagem ao injustiçado físico croata Nikola Tesla (1856/1943), criador de diversas invenções que até hoje não foram creditadas ao seu nome, como o uso da eletricidade no mundo. Tesla foi um cientista que, em vários sentidos, “espalhou luz sobre a face da Terra”. Assim também como Elon.

Inventando

Formado em economia e física, Elon buscava já há algum tempo desenvolver o projeto de um veículo movido a eletricidade, desde que ele fosse potente, eficiente e sexy. Aos poucos o visionário enxergou na empresa uma enorme possibilidade de realizar o sonho do carro elétrico, deixando de ser uma utopia, para tornar-se a concretização de um antigo projeto.

Foto mostra Model X com o capô aberto
Sem motor na frente, existe mais espaço para a bagagem

E assim que teve a oportunidade de fazer realmente parte da Tesla Motors, mostrou a sua necessidade incansável de perfeição, o que levou ele e os outros desenvolvedores a terem um início bem duro e difícil. A começar pela tecnologia, que há 20 anos teve que ser praticamente inventada do zero. Para se ter uma ideia os primeiros modelos da Tesla, por completa falta de recursos voltados ao setor, utilizaram baterias de íons de lítio, mais conhecidas por fornecerem energia para notebooks!

Com tantos gastos, criação de novas ferramentas e discussões internas, a vida da empresa pendulou entre o quase fechamento e o sucesso, durante muitos anos. Mas a tenacidade de Elon e da sua equipe sempre superaram cada uma dessas dificuldades.

LEIA MAIS: CARROS ELÉTRICOS

S3XY, sinônimo da Tesla

Cada uma das letras da palavra sexy batizou, ao longo dos anos, todos os modelos da linha de carros elétricos mais emblemáticos da Tesla. Desde o Model S, o primeiro sedã de luxo da empresa, criado a duras penas no ano de 2008, mas que só sairia da fábrica para os primeiros compradores em 2012, as outras letras seriam utilizadas para os próximos modelos.

Nessa época as revistas especializadas chegaram a declarar que o Model S “era o melhor carro já construído”. Isso causou incômodo nas tradicionais montadoras, que passaram a estudar os métodos utilizados pela Tesla, que produzia carros que se tornavam rapidamente um objeto de desejo.

Foto mostra interior do Tesla
Interior dos carros da Tesla possuem designer futurista

Na onda de lançamentos, o Model X, uma deslumbrante SUV de luxo, com portas gaivota e que levava até 7 pessoas, aportou no mercado no ano de 2015, causando enorme impacto.

Faltou um E

Mas a letra E nunca viria a ser utilizada por um dos modelos de Elon. Justamente porque a Ford registrou o nome de um de seus futuros carros, o Ford E, que estranhamente nunca saiu do papel. Isso não impediu a Tesla utilizar o número 3 (forma moderna que é utilizada na internet para representar a letra E) lançando o Modelo 3.

Quando o modelo Y da Tesla chegou nas ruas em 2020, performando a incríveis 241 quilômetros por hora de velocidade final, com zero emissões, provou, de uma vez por todas, que o sonho do carro elétrico tornara-se realidade.

Foto mostra parte traseira do carro Tesla com a placa escrita Zero Emissions
Zero Emissões: um dos principais atrativos da marca

O lançamento mais aguardado da empresa dos últimos anos ainda tem uma enorme fila de espera e nasceu de fábricas que foram e ainda estão sendo erguidas em diversos locais do mundo, inclusive na China. Assim, Elon conseguiu o que queria, a linha de carros S3XY que sempre desejou.

Tesla sustentável

Carros elétricos são uma das soluções de locomoção que menos gera impactos no meio ambiente e isso é um dos pontos positivos que a Tesla entrega para o Planeta.

Entretanto existem ainda outros desafios que a empresa se propôs a resolver, como a criação de veículos de transporte autônomos, picapes elétricas, além de postos abastecidos com energia solar, vitais para a nova frota de veículos movidos a eletricidade que estão sendo produzidos diariamente por suas enormes fábricas, conhecidas pelo nome de gigafábricas.

Foto mostra telhado com tecnologia de painéis solares com carro Tesla na frente
O Solar Roof, outra inovação da empresa, utiliza o Sol para carregar a
bateria que será utilizada na casa e no carro (Foto: divulgação).

Outro produto que pode vir a fazer parte das casas em breve é o Powerwall, uma bateria que pode ser alimentada pela energia tradicional ou carregada a partir da luz solar, que evita que você fique no escuro por semanas.

Aliado a esse produto, a nova tendência criada pela empresa é o Solar Roof, uma telha capaz de absorver energia solar, e carregar a Powerall, com durabilidade de até 50 anos. Uma evolução e tanto, se comparada aos atuais painéis solares.

“Ao infinito… e além!”

Elon Musk não dá indícios que irá parar de surpreender cada vez mais a humanidade e também a si mesmo. E aos poucos, esse audacioso empresário/inventor vai deixando a sua marca por onde passa e, em certa medida, melhorando o mundo em que vivemos.

Foto mostra carros em uma rua arborizada
Caminhos diferentes levam a Tesla e carros a combustão para direções opostas

Pois, como sentenciou Isaac Asimov, um dos seus escritores favoritos, “o maior bem do homem é uma mente inquieta”.

A Ecooar acredita em um mundo mais sustentável, através de formas de zerar e compensar as emissões de gases de efeito estufa, impactando cada vez menos o nosso Planeta.

Texto: Alexandro Carvalho – Diretor de Marketing da Ecooar
Fotos: Fabio Lecci Merigue – Ambientalista e diretor da Ecooar


Saiba de todas as novidades do Blog Ecooar primeiro!


Referências

“A história da Tesla”
Nikola Tesla

Facebook Comments

ecooar

A Ecooar Biodiversidade acredita em um mundo melhor! E por acreditar tanto nisso, nossa equipe atua apaixonadamente para proteger, preservar e recuperar a natureza. Trabalhamos com projetos de reflorestamento que agem na recomposição de Áreas de Preservação Permanente (APP) na Mata Atlântica e demais biomas. A formação de florestas retém CO2 da atmosfera, o que resulta na captura de Gases de Efeito Estufa (GEE) e regeneração do meio ambiente.

Deixe uma resposta

Translate »