Skip to main content
São Francisco: o sucesso do programa Resíduo Zero

São Francisco: o sucesso do programa Resíduo Zero

A cidade de São Francisco, na Califórnia (EUA), que transmite uma sensação de tranquilidade e bem estar e conquista a todos pela beleza de seus pontos turísticos, como a Golden Gate, os famosos bondes e imensas ladeiras, está bem à frente quando falamos sobre reciclagem. Ela está tornando-se conhecida como a capital verde dos Estados Unidos. A Ecooar esteve recentemente em São Francisco e pôde conferir esse trabalho de perto.

Foto mostra a prefeitura de São Francisco (San Francisco City Hall) ao fundo e um caminhão
Prefeitura de São Francisco ao fundo: cidade calma, limpa e tranquila

‘A cidade a beira da baía’

São Francisco ou San Francisco é a 13ª mais populosa dos Estados Unidos, com mais de 7,4 milhões de pessoas. A origem do nome deve-se a uma missão de espanhóis, chamada de Francisco de Assis, que se estabeleceu na região no ano de 1776.

Transporte público

São Francisco é uma cidade muito conhecida por seus inúmeros meios de transporte público, que ajudam a diminuir a poluição no centro da metrópole desde 1873, ano que foi inaugurada a primeira linha. Além dos típicos bondes e dos cable cars, outro meio muito conhecido e utilizado por turistas e população local são os streetcars, completamente conservados, cada um com sua história contata através de uma placa em seu interior. Além de serem importantes também para o meio ambiente, pois rodam através de energia elétrica.

Streetcar: uma volta ao passado, rodando com energia limpa até os dias de hoje

Zero Waste

Com a iniciativa “Zero Waste” (“Resíduo Zero”), mais de 85% dos resíduos produzidos na cidade de São Francisco já deixaram de ser encaminhados para os aterros sanitários e são reintroduzidos nos processos produtivos.

São Francisco: o sucesso do programa Resíduo Zero
Por todos os lugares você encontra locais para o descarte correto do lixo, inclusive
no Parque Municipal Yerba Buena Gardens

Compromisso de cada um

Produzindo pouco mais de 2 milhões de toneladas de lixo por ano, a cidade consegue que 1,6 milhão sejam transferidos para a reutilização, reciclagem (incluindo materiais de construção e demolição) e compostagem de resíduos alimentares, papéis sujos de alimentos e resíduos de jardinagem.

Confira algumas das estratégias utilizadas pela cidade de São Francisco

1) Evitar a produção de resíduos: as empresas são responsáveis pelos seus produtos e os consumidores a evitar desperdícios indesejados;

2) Compostar e Reciclar: foi implantado um programa para reciclagem e compostagem dos resíduos produzidos;

3) Produtos Tóxicos: com métodos corretos, uma vez que certas atividades cotidianas envolvem produtos tóxicos, os mesmos são destinados a locais especiais, ficando longe do lixo comum.

Voluntário de costas mostra camiseta com a frase Green Team
Além do programa principal instituído pela cidade, muitas outras ações são realizadas por voluntários e empresas parceiras

No entanto esses resultados foram fruto de um trabalho árduo, que contou com a colaboração de consumidores, fabricantes, estudiosos e até de crianças matriculadas nas instituições de ensino da cidade, que passaram por uma campanha de educação ambiental e conscientização para que a cidade fosse capaz de salvar mais de 2,7 milhões de metros cúbicos de espaço nos aterros sanitários da região.

A meta é reduzir o desperdício, incentivar a reciclagem e disseminar o conceito de responsabilidade compartilhada, fazendo com que todos os moradores e empresas participem do sistema, melhorando assim a qualidade de vida para todos. Uma das iniciativas é a da Recology, que mantêm pontos de coletas em diversos locais da cidade.

Quer saber mais sobre o programa ‘Resíduo Zero’? É só clicar neste link

São Francisco: o sucesso do programa Resíduo Zero
Em cada canto da cidade as pessoas são convidadas a fazerem partes das ações de reciclagem de resíduos, inclusive no HI San Francisco City Center Hostel, que participa do programa

Outros objetivos de São Francisco

Além das conquistas realizadas, o programa possui outras metas ousadas:

  • Zerar os resíduos encaminhados aos aterros sanitários até 2020;
  • Diminuir o envio de 10% dos resíduos destinados aos aterros sanitários anualmente até 2020, atingindo a meta de “resíduos zero;
  • Conservar recursos naturais, reduzir a poluição, preservar a energia, prevenir contra as mudanças climáticas e proteger os ecossistemas são essenciais. Inclusive São Francisco participa da Semana da Polinização ( Pollinator Week), que aconteceu de 17 a 23 de junho de 2019, e que tem o intuído de proteger os polinizadores no país e no mundo todo, como abelhas, pássaros, borboletas, morcegos e besouros.
Foto mostra uma abelha polinizando flores
Além do coleta do lixo, importante também é proteger os polinizadores

Além de São Francisco

Nos Estados Unidos existem várias iniciativas neste sentido que acontecem pelo país, como a Your RV Lifestyle que dá dicas de como viver um estilo de vida com zero de desperdício. É só clicar aqui e conhecer mais informações!

Outra cidade americana que começa a se destacar em relação a ações verdes é Nova York, que aprovou um pacote inovador com iniciativas para combater a ameaça da mudança climática nos Estados Unidos. Saiba mais clicando neste link.

No Brasil também existem iniciativas para destinação correta do lixo. Saiba mais no link da Coleta Seletiva da cidade de São Paulo.

Quando deixamos a nossa casa limpa, destinando tudo que é descartável para os locais corretos, fazemos de nossa cidade um lugar melhor para se viver, beneficiando assim todo o planeta.

Fábio Lecci Merigue, ambientalista e diretor da Ecooar

Facebook Comments

ecooar

A Ecooar Biodiversidade acredita em um mundo melhor! E por acreditar tanto nisso, nossa equipe atua apaixonadamente para proteger, preservar e recuperar a natureza. Trabalhamos com projetos de reflorestamento que agem na recomposição de Áreas de Preservação Permanente (APP) na Mata Atlântica e demais biomas. A formação de florestas retém CO2 da atmosfera, o que resulta na captura de Gases de Efeito Estufa (GEE) e regeneração do meio ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »