Skip to main content
Foto mostra interior do Central Park em Nova York

Nova York mais verde

A Câmara Municipal de Nova York votou e aprovou um pacote inovador de projetos de lei que está sendo considerada uma das iniciativas legislativas mais ambiciosas para combater a ameaça da mudança climática nos Estados Unidos.

Uma das partes mais importantes do pacote é uma lei que exigirá que os edifícios de grande e médio porte, que representam quase um terço de todas as emissões de gases de efeito estufa na cidade, reduzam suas emissões em 40% até 2030 e 80% até 2050.

Foto mostra rua de Nova York, com táxis e ciclovia
‘A cidade que nunca dorme’ tenta conter o aquecimento local

Além disso acontecerá a exigência da criação de telhados verdes ou painéis solares em todos os edifícios da cidade conhecida como ‘The Big Apple‘.

“Hoje, estamos aprovando uma lei que não apenas deixará nosso horizonte mais bonito – também melhorará a qualidade de vida dos nova-iorquinos para as próximas gerações. […] A hora de agir é agora ”, disse o membro do Conselho da cidade de Nova York, Rafael Espinal. Leia aqui a integra do documento.

Telhados verdes em Nova York

Os telhados verdes exigem cuidados periódicos e, além de protegerem o topo das edificações, contribuem com a diminuição da temperatura local, ajudando a evitar as chamadas ‘ilhas de calor‘ nas cidades.

Essas ‘ilhas’ são formadas devido ao aquecimento de ruas, edificações, calçadas e tudo o que absorve calor solar, aumentando a temperatura local, quando comparada a outras áreas mais arborizadas, como o Central Park.

Foto mostra bancos do Central Park com árvores ao fundo
Central Park, em Nova York: uma floresta dentro da cidade

Com a diminuição da temperatura, devido ao uso dos telhados verdes, há inclusive uma redução nos custos de energia para sistemas de refrigeração dentro dos edifícios, gerando menos gases de efeito estufa.

Há vida nos telhados

Alguns arranha céus de Nova York utilizam sua ampla cobertura para trazer mais vida para a cidade. Com o plantio de frutas, vegetais, algumas ervas e até colmeias que abrigam mais de 10.000 indivíduos, muitos hotéis e restaurantes já utilizam esses elementos para criarem cardápios diferentes, saborosos e inusitados.

Abelhas produzem mel no topo de prédios em Nova York

É o caso do InterContinental Times Square e InterContinental Barclay em Midtown East que utilizam esses produtos produzidos de forma orgânica em seus pratos e drinks.

Reduzindo o calor

A cidade busca soluções mais ecológicas já há algum tempo. No ano de 2017, o então prefeito Bill de Blasio havia confirmado um investimento de mais de 100 milhões de dólares em programas de instalação de telhados verdes e plantio de árvores em parques, procurando reduzir o calor da cidade.

Com temperaturas que beiram os 30ºC em algumas épocas do ano, qualquer iniciativa que ajude a diminuir a sensação de calor na ‘cidade que nunca dorme’ é bem vinda.


Quer saber mais sobre telhados verdes? Acesse 2030 Studio


Texto: Alexandro Carvalho – Advogado, Designer Gráfico e Diretor de Marketing da Ecooar Biodiversidade

Fotos: Fabio Lecci Merigue – Ambientalista e diretor da Ecooar

Facebook Comments

ecooar

A Ecooar Biodiversidade acredita em um mundo melhor! E por acreditar tanto nisso, nossa equipe atua apaixonadamente para proteger, preservar e recuperar a natureza. Trabalhamos com projetos de reflorestamento que agem na recomposição de Áreas de Preservação Permanente (APP) na Mata Atlântica e demais biomas. A formação de florestas retém CO2 da atmosfera, o que resulta na captura de Gases de Efeito Estufa (GEE) e regeneração do meio ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »