Skip to main content
Foto mostra o letreiro Hollywood sobre um morro e uma mão sustentando o logo

Hollywood: cinema com sustentabilidade

Já não é de agora que Hollywood tenta ser mais verde e compensar seus impactos ambientais. Em 2009, uma série de ações sustentáveis fez parte do dia a dia e plantou uma semente para ajudar no que acontece hoje com a indústria cinematográfica norte-americana. E você sabe o quê está acontecendo quando assiste um filme de Hollywood?

Hollywood + verde

O pequeno povoado, inicialmente chamado de Hollywoodland, viria a marcar a vida de milhões de pessoas ao redor do mundo, seja pelos inesquecíveis filmes mudos, pelo lançamento do “O Cantor de Jazz” (The Jazz Singer) em 6 de outubro de 1927, o primeiro filme falado em Hollywood ou pelos inúmeros sucessos que a 7ª arte criou para encantar gerações. Mas a meca do cinema começa a participar de outra revolução: a de ajudar o planeta.

Foto mostra estátuas do Universal Studios em Hollywood
Hollywood está cada vez mais sustentável

Desde o uso de um e-mail, até a reciclagem e o reaproveitamento de enormes sets de filmagens, os principais estúdios do cinema norte-americanos querem, mesmo que aos poucos, fazer sua parte na proteção do meio ambiente.

E não estamos falando apenas na criação de roteiros, que com suas temáticas ambientais impactantes, como Wall – E e Avatar, fazem com que as pessoas percebam a dimensão das questões ecológicas no mundo em que vivemos.

Além dos filmes, os estúdios de Hollywood estão usando mais energia limpa, preferindo o biocombustível, criando efeitos especiais fabulosos para evitar a emissão de CO², trabalhando em escritórios que privilegiam a luz natural, utilizando materiais recicláveis, entre outras atitudes.

Luz, câmera, boas ações

Já no ano de 2009 a Sony foi o primeiro estúdio em Hollywood a receber o certificado ISO 14001, um Sistema de Gestão Ambiental que permitiu a empresa desenvolver uma melhor estrutura visando a proteção do meio ambiente. Recentemente ela ampliou ainda mais seus compromissos ao realizar a ação de plantar uma árvore por dia, na cidade onde realizar suas filmagens, e estipulou 2050 como o ano limite para compensar todas as suas emissões, resultando em pegada zero de carbono.

Foto mostra letreiro com a palavra Hollywood
Estúdios de Hollywood incentivam ações para um mundo mais verde

Ainda em 2009, os estúdios Walt Disney despertaram para a importância de ter dentro de suas produções o cargo de Administrador Ambiental. Eles visam, entre outras coisas, ajudar com programas de sustentabilidade dentro dos locais de filmagens e auxiliar na defesa ambiental, ajudando a equipe e elenco a realizarem as melhores práticas para um mundo mais verde.

Outro bom exemplo é que nos telhados das produções da Universal Studios estão sendo instalados painéis solares, que contribuem de maneira decisiva para a redução do gasto energético do estúdio. Já a Screen Gems utilizou iluminação LED para rodar inteiramente um de seus filmes mais recentes. Tudo isso resulta em economia e um bom exemplo a ser seguido.

Era uma vez em Hollywood

Com essas ações Hollywood também incentiva profundas mudanças em alguns de seus atores. Um deles, o mundialmente conhecido Leonardo DiCaprio, indicado pelo Oscar 2020 ao prêmio de melhor ator pela participação no filme “Era uma Vez em… Hollywood” de Quentin Tarantino, decidiu criar uma empresa ecologicamente correta: a Allbirds. O grande diferencial é que a empresa produz calçados sustentáveis, abolindo o uso do plástico, utilizando a cana-de-açúcar como matéria prima.

Foto mostra cartazes dos filmes Once upon a time in Hollywood e 1917 que concorrem ao Oscar 2020
Filmes que concorrem ao Oscar 2020 (Fonte: Internet)

“Criar produtos sustentáveis requer um compromisso profundo de marcas que entendem o papel que têm em ajudar a solucionar nossa crise ambiental”, disse DiCaprio para a revista americana Entertainment Weekly.

Ele também é um fervoroso defensor do meio ambiente, fazendo doações para ONG´s, ajudando a promover a sustentabilidade ou produzindo filmes que retratam o tema.

Outro ator que começa a se encaixar nesse mundo mais verde é Wesley Snipes. O próximo filme, intitulado “Payline”, realizado pela produtora Dawn’s Light Media, terá emissão zero de carbono, com uso de 100% de energia renovável.

E não foram necessárias grandes mudanças para que isso acontece-se. Medidas como a não utilização de geradores movidos a diesel, viagens sendo feitas com transportes mais econômicos, evitando-se o uso de aviões (que emitem toneladas de CO² na atmosfera enquanto se deslocam), estão ajudando a fazer toda a diferença, gerando economia no final das contas.

Mais do que pensar e executar ações mais verdes e sustentáveis Hollywood entendeu que o público que forma filas e consome seus sonhos, tem um sonho ainda maior: viver em um mundo ecologicamente correto.

Foto mostra árvores nativas plantadas, com sistema de irrigação e arte do Selo Verde Ecooar com QR Code
Selo Verde Ecooar: certificando ações para combater o aquecimento global

Para comprovar essas atitudes já existe o Selo Verde Ecooar que é utilizado para compensar voluntariamente os Gases de Efeito Estufa de produtos, website, agências, filmes, currículos, eventos, entre outros, através do plantio de árvores, tudo com auditoria pública on-line, que podem ser consultadas rapidamente através de QR Code.

A Ecooar Biodiversidade incentiva e apoia todas as atitudes que ajudam a combater o aquecimento global, como plantar árvores no Brasil, e transformar o planeta em um lugar melhor.


Texto adaptado: Alex Carvalho – Diretor de Marketing da Ecooar
Fotos: colaboradores Ecooar


Fonte: b9.com.br

Facebook Comments

ecooar

A Ecooar Biodiversidade acredita em um mundo melhor! E por acreditar tanto nisso, nossa equipe atua apaixonadamente para proteger, preservar e recuperar a natureza. Trabalhamos com projetos de reflorestamento que agem na recomposição de Áreas de Preservação Permanente (APP) na Mata Atlântica e demais biomas. A formação de florestas retém CO2 da atmosfera, o que resulta na captura de Gases de Efeito Estufa (GEE) e regeneração do meio ambiente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Translate »