Foto mostra bosque com a palavra Fibra

FIBRA apresenta composição inédita de Dominguinhos

A música instrumental brasileira ganhará um evento à altura de sua rica diversidade. Nos dias 4, 5 e 6 de fevereiro de 2022, a primeira edição do FIBRA (Festival Instrumental Brasil) vai tomar conta de uma série de espaços no Rio de Janeiro e em São Paulo, com shows, oficinas, workshops, intervenções, roda de forró, mostra de filmes e mesas de debate. A curadoria do FIBRA é de Andréa Alves, Alfredo Del-Penho e Marcelo Caldi.

Foto mostra três pessoas responsáveis pelo festival FIBRA
André Alves, Alfredo Del-Penho e Marcelo Caldi, curadoria do festival

Celebrando a música brasileira

Idealizado e produzido pela Sarau Agência, de Andréa Alves, o Festival será aberto no dia 4 de fevereiro no Theatro Municipal do Rio de Janeiro com um concerto inédito de Egberto Gismonti, que vai celebrar a música brasileira e apresentar as obras que estarão em seu próximo disco. Em seguida, subirá ao palco o grupo Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz no primeiro show após a morte de seu maestro e fundador. A noite será transmitida ao vivo pelo canal Arte 1 na TV e pelo YouTube da Sarau Agência e do canal Arte 1.

Foto mostra Egberto Gismonti e Bella Raine, que irão se apresentar no FIBRA
Egberto Gismonti (Foto: Roberto Cifarelli) e Bella Raine: apresentações especiais

Homenageado nesta primeira edição do FIBRA, Dominguinhos terá suas composições lembradas em uma celebração com a Orquestra Sanfônica do Rio de Janeiro, com uma “sanfonada” na escadaria do Municipal, entre outras ações.

Foto mostra pessoas com sanfonas em escadaria
Orquestra Sanfônica, uma das atrações do festival (Foto: Cyntia C. Santos)

‘O FIBRA vem para enaltecer nosso patrimônio, para ser um canal de diversidade, inclusão e difusão da memória da música instrumental brasileira, através de figuras como Dominguinhos e Letieres, lembradas na abertura. E também vamos olhar para frente, com a apresentação dos novos nomes, como a Bella Raiane – que preparou um show exclusivo para o FIBRA com o repertório de Dominguinhos – e o Trio Júlio, e a preocupação constante de renovar a plateia deste segmento’, conta Andréa Alves, responsável pela idealização de espetáculos como os musicais ‘Elza’, ‘Gota D’Água a seco’, ‘Suassuna – O Auto do Reino do Sol’ e ‘Jacksons do Pandeiro’.

Foto mostra o cantor Dominguinhos, um dos homenageados do FIBRA
A obra do cantor Dominguinhos é um dos destaques do FIBRA (Foto: Paulinho Rosa)

Inclusive no Festival será lançada uma música inédita de Dominguinhos, cedida por Liv Moraes, filha do saudoso cantor e compositor pernambucano. Isso acontecerá no domingo, dia 06 de fevereiro, às 21h15, no Canto da Ema, em São Paulo. O local possui uma vertente que dá destaque a velha e nova safra do forró na cidade.

O FIBRA vai ocupar espaços como Teatro Prudential, Theatro Municipal, Sesc Pinheiros (SP), Canto da Ema (SP), Estação NET (Botafogo) e Rio Scenarium.

Confira a programação completa aqui.

Conheça o Instagram do evento.

Fique por dentro deste e outros eventos @sarauagencia

FIBRA + Sustentável

O Festival tem suas ações compensadas através do Selo Verde Ecooar e vai ser responsável pelo plantio de árvores, que irão captar mais de 8 toneladas de CO2, formando uma floresta em uma área de preservação permanente na Fazenda Santa Cecília, protegendo nascentes e a biodiversidade. Cada uma das árvores será batizada com o nome de uma personalidade da música brasileira.

Início da área de reflorestamento do FIBRA: protegendo nascentes e a biodiversidade

Como o plantio conta com auditoria pública on-line, cada uma destas árvores poderá ser acessada via QRCode ou através deste LINK, permitindo que sejam conhecidas as árvores do evento e de seus homenageados.


Com informações da assessoria do evento


O Selo Verde Ecooar vai além do CO2 compensado, pois certifica projetos em áreas de preservação permanente cuidadosamente escolhidas, para mitigar e compensar os impactos gerados por eventos.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato através do WhatsApp.

Facebook Comments Box

ecooar

A Ecooar Biodiversidade acredita em um mundo melhor! E por acreditar tanto nisso, nossa equipe atua apaixonadamente para proteger, preservar e recuperar a natureza. Trabalhamos com projetos de reflorestamento que agem na recomposição de Áreas de Preservação Permanente (APP) na Mata Atlântica e demais biomas. A formação de florestas retém CO2 da atmosfera, o que resulta na captura de Gases de Efeito Estufa (GEE) e regeneração do meio ambiente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.