Foto mostra prédio com reflexo de igreja

Como gerar lucro com sustentabilidade

Diversas empresas entenderam como fazer a diferença e proteger o meio ambiente


* Evilázio Magalhães Júnior


Se você gosta de economia, investimento, finanças ou não se interessa por esses assuntos, já deve ser presenciado pessoas discutindo alguns destes temas. Pois bem, as recentes discussões são as práticas das empresas voltados a iniciativa ESG (environmental, social and governance) e o paradoxo do sistema capitalista, tema central para as pessoas que analisam a questão.

Quase sempre não há debates, pois espera que em uma discussão saudável sejam expostos os vários pontos de vistas, sendo eles positivos ou negativos. O que acontece, na verdade, é uma enxurrada de críticas às empresas cujas iniciativas estão alinhadas com a governança ambiental, social e corporativa.

Como a sociedade vê o ESG

No cerne da questão existe a preocupação com o EBITDA, EV/EBITDA, WACC, ROA, ROE, divend yield e afins. Logo por que se preocupar com a sociedade e a sustentabilidade? Será que a sociedade vê valor em quem de fato gera valor para todos? Ou será que cada vez mais um grande número de pessoas se torna mais individualista? Esta segunda questão é mais difícil de ser respondida, por motivos óbvios. Então que tal procurar resposta para a primeira questão?

O mercado financeiro nunca viu tantas informações sobre ESG como nos últimos meses. Outrora o mercado capitalista, selvagem como conhecemos, deu espaço – naturalmente – para o tema efervescente. E se deu espaço é porque há várias pessoas que se interessam pelo tema, então a primeira questão começa a fazer sentido, pois a sociedade consome este conteúdo, e consome os produtos alinhado a abordagem ESG.

700.000 mil árvores derrubadas

Grandes empresas estão investindo vultosos recursos em temas vinculados aos objetivos sociais, muito embora o papel de uma corporação de maximizar os lucros em nome dos acionistas da corporação. A Natura possui diversas iniciativas, algumas mais conhecidas pela sociedade, outras nem tanto.

Um exemplo a ser citado é o portal PlenaMata – iniciativa que monitora o desmatamento da Amazônia em tempo real e que busca mobilizar a sociedade para conservar a floresta. Você sabia que quase 700.000 mil arvores são derrubadas? Por mês? Não! Este é o número diário. São mais de 29 mil árvores por hora, e enquanto você lê este artigo, imagine quantas árvores foram derrubadas. O objetivo de monitorar esses dados é cristalino: conhecimento gera movimento. Espera-se que a sociedade se mobilize.

Print do website PlenaMata, que mostra como a Amazônia está sendo devastada
Website PlenaMata monitora a floresta Amazônica em tempo real

Não obstante esta iniciativa da Natura, que há 20 anos desenvolve iniciativas sustentáveis, colaboradores da empresa reforçam que a comunicação não é apenas para o mercado externo: dentro da companhia o que se fala é praticado. Ao analisar suas políticas (disponível no relatório anual da Natura) encontramos várias ações voltadas à sustentabilidade. Para a empresa, sustentabilidade conecta com o negócio: 50% dos produtos faturados são consideradas de tecnologia de baixo custo; 18% do faturamento da natura em 2020 foi obtido com produtos contendo embalagens ecoeficientes, e não para por aí.

ESG e o mercado financeiro

Sicredi entendeu como ajudar

Para o Sicredi, sustentabilidade é a gestão do negócio, com foco no impacto positivo econômico, social e ambiental. Preocupado com a questão há vários anos, em 2021 continuou com o foco, lançando a primeira carteira de fundos de investimentos em ESG, além de estruturar uma ferramenta para medição dos impactos positivos.

Agência da Sicredi, na cidade de Garça/SP, já possui painéis solares como forma de mitigação dos impactos

O Sicredi possui 108 cooperativas, e atualmente 50% delas possuem comitê de Sustentabilidade. Está integrado ao Pacto Global, uma iniciativa voluntária da Organização das Nações Unidas (ONU), com o compromisso de cumprir com seus Dez Princípios e contribuir para o alcance da Agenda 2030, que visa engajar países, empresas, instituições e sociedade civil em prol dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Eles incluem temas como a erradicação da pobreza, o combate às mudanças climáticas e a preservação dos recursos naturais. Em 2021 foi realizado o Summit Nacional de Sustentabilidade, evento que tem como objetivo o alinhamento sobre a Estratégia de Sustentabilidade em nível nacional.

Com o tema central “Impacto Positivo do Sicredi” o evento online reuniu mais de 500 pessoas, entre dirigentes, executivos e profissionais envolvidos com a implantação do tema nas centrais e cooperativas. Ainda em 2021, para apoiar no desenvolvimento sustentável, foram destinados R$ 24,6 bilhões em crédito voltado à economia verde.

Ambev e as metas globais

Com um plano bem definido até 2025, a Ambev possui metas de sustentabilidade globais para ações climáticas, gestão da água, agricultura inteligente, embalagem circular e ecossistema de empreendedores. Como exemplo deste plano, para evitar a poluição plástica até 2025, foi neutralizado 30% da poluição das embalagens em 2020. A chegada das águas AMA em lata e a substituição dos canudinhos dos sucos Do Bem por um modelo de papel biodegradável deram importantes contribuições nesse sentido.

Foto mostra placa com área de reflorestamento Ambev, como forma de compensação ambiental
A Ambev realiza reflorestamentos como forma de mitigar os impactos gerados; essa é uma
das ações, que teve certificação da Ecooar, que foi realizada pela empresa Replante

Outro exemplo importante é o da cadeia de valor: a companhia possui preocupação com os agricultores (parceiros) e colocou nas metas globais de sustentabilidade possuir 100% dos agricultores da rede de relacionamento capacitados, conectados e com estrutura financeira até 2025 em prol da sustentabilidade.

Além disso há o Projeto Colaborativo, ou Frota Compartilhada, em que a empresa e parceiros se unem para eliminar o trecho vazio do transporte de seus produtos, a chamada milha vazia. Em 2020, foram rodados mais de 2 milhões de km em sinergia com 31 parceiros, evitando a emissão de aproximadamente 2.700 tons de CO2, iniciativa a fim de gerar mais sustentabilidade no processo logístico.

Como as iniciativas em reciclagem fazem a diferença

No carnaval de 2020, foram recolhidos os resíduos dos principais blocos de rua de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Recife e destinados para reciclagem. Nada menos que 324 toneladas de material, sendo que 127 toneladas desse total eram de plástico. Parte desses resíduos coletados foi transformado em 2 mil lixeiras para serem instaladas nas cidades em 2021.

Com tantas iniciativas interessantes, seja as desenvolvidas, seja as que ainda serão implantadas, os 3 exemplos destas grandes empresas e cooperativa citadas dão luz às importantes ações em prol da sustentabilidade.

Foto mostra como podemos recolher materiais plásticos para reciclagem
Destinar materiais para a reciclagem é de fundamental importância para preservação do meio ambiente

E para quem acha que o resultado dessas companhias foi afetado negativamente – bom –, basta fazer uma rápida pesquisa na internet ou olhar os relatórios divulgados em seus sites. Empresas que adotam estratégia ESG têm melhores resultados que outras empresas. Portanto o mercado financeiro, ou as pessoas inseridas com o tema, pode discutir a importância do tema ESG nos resultados, nos índices ou nos indicadores ou em qualquer discussão que envolva o capitalismo e a sustentabilidade que o resultado será benéfico para ambos os lados.


*Evilázio Magalhães Júnior, CFP®️
Possui a certificação CEA, Certificação Especialista em Investimento ANBIMA, e especialização em MBA em Gestão Empresarial pela FGV.

Saiba mais sobre às compensações de Evilázio Magalhães Júnior neste link

Entre em contato com nossa equipe pelo formulário ou através de nossos e-mails ecooar@ecooar.com ou ecooar@gmail.com, ou WhatsApp abaixo:

Facebook Comments Box

ecooar

A Ecooar Biodiversidade acredita em um mundo melhor! E por acreditar tanto nisso, nossa equipe atua apaixonadamente para proteger, preservar e recuperar a natureza. Trabalhamos com projetos de reflorestamento que agem na recomposição de Áreas de Preservação Permanente (APP) na Mata Atlântica e demais biomas. A formação de florestas retém CO2 da atmosfera, o que resulta na captura de Gases de Efeito Estufa (GEE) e regeneração do meio ambiente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.